Você sabe o que acontece depois da senha do cartão de crédito?

Parece mágica poder pagar as compras com um pedaço de plástico, sem usar dinheiro. Esse hábito já é tão comum, que a gente nem pensa como funciona o cartão de crédito.

Os cartões de crédito oferecem muitos benefícios, além do conforto de não ter que carregar dinheiro vivo por aí, você pode ganhar pontos com programas de fidelidade, melhorar seu crédito no mercado e controlar melhor seus gastos.

Mas como toda essa “mágica” funciona? É exatamente sobre isso que falaremos hoje! Continue lendo e descubra o que acontece depois que você digita a senha do seu cartão de crédito na loja!

O que é um cartão de crédito?

Primeiro, vamos começar do básico. Um cartão de crédito é um cartão de plástico que permite acessar o limite de crédito que a empresa responsável pelo cartão te dá.

O limite de crédito é como um empréstimo que fica liberado para você e a empresa de cartão de crédito permite que você use esse limite aos poucos, cada vez que quiser. Você pode reutilizar o limite repetidas vezes, desde que pague sua fatura em dia.

Como funciona o cartão de crédito?

Acontece muita coisa nos bastidores de uma compra com cartão de crédito. Se formos resumir: você digita a sua senha na maquininha ou assina seu nome, caso o cartão ainda não tenha chip e depois ele se conecta a marca do cartão (também chamada de bandeira), que faz a ligação com a empresa de cartão de crédito (também chamada de emissor)  para ver se a transação é válida.

Ainda está confuso? Vamos detalhar melhor para você. Existem três agentes envolvidos no processo de compra com cartão de crédito:

  • Adquirente: é a empresa responsável pela maquininha de cartão, como Rede, Cielo Getnet e outras. Ela é responsável por receber seu cartão e enviar os dados para a bandeira;
  • Bandeira: essa é a empresa que conecta os dados da maquininha ao banco emissor, ou seja, o banco que “emprestou” o dinheiro para você fazer a compra.
  • Emissor: essa é a instituição financeira que te concede o crédito disponível pelo cartão. É ela que determina seu limite e verifica se a compra pode ser aprovada ou não. As opções aqui são diversas e você deve escolher a que melhor se encaixa no seu perfil.

Quando as informações da compra chegam à empresa de cartão de crédito (emissor), ela envia uma mensagem de volta à maquininha (adquirente) informando se a compra pode ser aprovada ou não.

Tudo isso acontece em questão de segundos, claro, e quando aprovado você pode sair com as suas compras sem ter que se preocupar com o pagamento até o vencimento da sua fatura.

E o limite de crédito?

Cada vez que você faz uma compra, seu crédito disponível diminui. Se você tiver um limite de crédito de R$ 100 e fizer uma compra de R$ 25, terá direito a R$ 75 de crédito disponível. 

Se você usar mais  R$ 50 (ou seja, fizer uma nova compra), você deverá um total de R$ 75. Aí sobrarão só R$ 25 de limite para você usar.

A grande diferença entre um cartão de crédito e um empréstimo normal é que o seu limite de crédito fica disponível novamente quando você paga o saldo.

No exemplo anterior, quando você pagar os R$ 75 utilizados, você terá R$ 100 de crédito disponível novamente. 

Você pode gastar e pagar o quanto quiser, desde que cumpra os termos da empresa de cartão de crédito. Se fizer seus pagamentos no prazo, você não terá cobranças extras, ou seja, os “terríveis juros”.

Ter um cartão de crédito pode ser muito bom para o seu bolso, mas entender como ele funciona é importante para evitar problemas e garantir que você o utilize da melhor forma!

Gostou de aprender o que acontece depois da senha do cartão de crédito? Aproveite e leia também nosso artigo sobre educação financeira e veja como não se endividar nunca mais!