Vendas a crédito: por que e como aderir na minha empresa?

Você sabia que as vendas a crédito impactam seu negócio em diversos aspectos? Por exemplo, grau de satisfação do cliente, possibilidades de negócio, recorrência de vendas e fidelização de clientes, são alguns entre os principais efeitos dessa forma de pagamento.

Segundo pesquisa realizada pela PricewaterhouseCoopers (PwC), entre os consumidores brasileiros, 79% preferem pagar as compras no cartão de crédito. Em outras palavras, ao dispensar essa funcionalidade o empresário estará atingindo apenas 21% do seu público.

E mesmo sendo buscada pela maioria dos compradores, apenas 39% das micro e pequenas empresas decidiram aderir ao recebimento via cartão de crédito no Brasil. A princípio é o que diz uma pesquisa do Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

“Os pequenos negócios que se organizam para operar com as máquinas de cartão levam vantagem e têm mais chance não apenas de sobreviver, mas também de crescer em plena crise”, disse o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

Segundo o estudo liderado por Domingos, ao oferecer o método de acerto das compras via crédito, 71% dos clientes apresentaram grau de satisfação acima do encontrado em consumidores de outros estabelecimentos. Além disso, percebeu-se também o crescimento de 57% nas vendas e aumento do faturamento para 55%.

Antes de mais nada, quando se trata da adesão das maquininhas, muitos acabam criando dúvidas quanto os lucros das vendas. Desde a segurança real do pagamento até sobre a necessidade de fato dessa implementação.

Nos tópicos abaixo você irá aprender tudo sobre vendas a crédito. Por que elas são necessárias, o que cuidar, como vender e muitos outras informações importantes, por exemplo.

Precisa tirar todas essas dúvidas o mais rápido possível? Acompanhe!

Motivos para vender a crédito

Na introdução deste artigo mostramos alguns impactos das vendas a crédito. Agora é a hora de explorarmos melhor cada um desses fatores e saber como a sua empresa pode ser impactada diretamente com a adesão das maquininhas.

Satisfação do cliente

Como dito anteriormente, uma pesquisa do Sebrae revelou que a satisfação dos clientes brasileiros aumentou em 71% com a possibilidade de pagarem suas compras no cartão. Isso é um dado extremamente importante, levando em consideração que é esse indicador que determina se a sua empresa dará certo ou não.

A satisfação do cliente precisa ser uma preocupação sua, e no caso do pagamento via crédito ela aumenta por causa da comodidade, flexibilidade e segurança oferecidas. O resultado disso é um aumento de vendas, novos clientes chegando até sua empresa e um posicionamento desejável no mercado.

Recorrência de compra e fidelização

Com as vendas a crédito, as empresas perceberam também que os clientes passaram a voltar mais vezes ao negócio. Isso acontece por que a empresa foi capaz de oferecer solução para o que limitava a compra do cliente.

Somado a outros diversos fatores, a venda a crédito melhora a relação do cliente com a marca. Assim, ela passa a ser procurada mais vezes por conta da fidelização.

Aumento do ticket médio

Decerto, esse é um dos indicadores mais amados pelos empresários. Imagina se o seu cliente entra na sua loja em busca de determinado produto e no final ele sair com carrinho cheio? Isso é o ticket médio. Ele oferece possibilidades para o consumidor comprar além do que havia proposto antes de chegar ao estabelecimento anteriormente.

Esse indicador influencia diretamente na taxa de lucros da empresa, afinal, ele aumenta o valor da compra e garante um fluxo movimentado de estoque.

Segurança

Inegavelmente as compras a crédito garantem muito mais segurança, tanto ao empresário quanto ao cliente. Elas tiram das mãos das pessoas aquilo que criminosos estão em busca: dinheiro. Decerto, você passa a andar com o mínimo de cédulas. Isso garante a proteção do seu patrimônio e da própria vida.

Dicas de segurança para vendas a crédito

Agora que você já conheceu alguns motivos importantes para a adesão das vendas a crédito, veja também algumas dicas que vão ajudar você na implementação e que lhe darão embasamento para conseguir solucionar alguns problemas que podem acabar surgindo durante este processo.

Políticas de crédito

Você sabe o que são as políticas de crédito? São normas e critérios utilizados pelas empresas para viabilizar o financiamento ou o empréstimo para seus clientes. Sob a formulação independente para a companhia, as políticas de crédito exigem do gestor a adoção de medidas responsáveis por analisar o crédito dos clientes que desejam comprar a prazo.

As políticas de crédito são estabelecidas com a finalidade de considerar a situação do negócio, seus objetivos e possibilidades. Certamente podemos ressaltar que são elas que vão garantir segurança tanto para a empresa, no que diz respeito aos recebimentos, quanto ao cliente que busca caminhar na contramão da inadimplência.

Tipos de políticas de crédito

  • Crédito liberal e cobranças rigorosas: mais acessível ao cliente, porém, possui cobranças mais duras. Adere a uma maior parcela de consumidores, mas utiliza recursos mais severos em casos de problema com pagamento.
  • Crédito rigoroso e cobranças liberais: aplica maior rigidez na atribuição de crédito para que haja menor controle nas cobranças. Nesse caso, o consumidor consegue aprovação do crédito caso consiga provar que não terá problemas com a realização dos pagamentos.
  • Crédito rigoroso e cobranças rigorosas: nesse modelo a análise de crédito é tão criteriosa quanto na necessidade de cobrança. Mais utilizadas em empresas de renome, com oferecimento de muitas vantagens.
  • Crédito liberal e cobranças liberais: oferece facilidades em ambos os casos, tanto na adesão quanto na cobrança. Válido quando a empresa precisa prospectar clientes e as possibilidades de inadimplência não têm como comprometer significativamente do negócio.

Cartão Private Label

Ferramenta muito utilizada para quem busca oferecer vantagens e fidelizar seus clientes. O cartão private label é aquele que empresas aderem como uma espécie de cartão de crédito próprio. Nele, o cliente só terá as vantagens oferecidas consumindo na empresa de propriedade do crédito.

É comum o uso desses cartões em, por exemplo, supermercados, lojas de vestuário e até nos tickets de convênio das empresas.

E agora? Preparado para aumentar seus índices com vendas a crédito? Afinal, com certeza você pôde perceber que há uma enorme vantagem para quem adere a essa facilidade.

Aproveitando seu interesse por esse tema, que tal conferir nosso artigo sobre as estratégias para arrasar nas vendas a crédito com cartão Private Label? É só clicar aqui para conhecer.