O que é e como usar um Balanced Scorecard?

Você sabe o que é um Balanced Scorecard? Bem, podemos dizer que o Balanced Scorecar (BSCé uma ferramenta estratégica criada no início da década de noventa por Robert Kaplan e David Norton, dois professores da Harvard Business Scholl. Ela desponta como uma das principais novidades quando o assunto é gestão empresarial.

O Balanced Scorecard é um sistema de gerenciamento que permite uma visão rápida e abrangente dos objetivos estratégicos da empresa. Também permite analisar o que deve ser mudado para que seja possível alcançar essas metas.

Complicado? Nem tanto! Para te ajudar a ficar por dentro do assunto, vamos explicar melhor como funciona essa ferramenta e como usá-la para atingir os objetivos estratégicos da sua empresa. Vamos lá? Acompanhe!

O que é um Balanced Scorecard?

BSCs são amplamente utilizados por empresas, indústrias e organizações não governamentais de todo o mundo. O Gartner Group sugere que mais de 50% das grandes empresas dos EUA adotaram o BSC nos últimos anos. O BSC também foi selecionado pelos editores da Harvard Business Review como uma das ideias de negócios mais influentes dos últimos 75 anos.

Mas o que é o Balenced Scorecard? O BSC é uma ferramenta visual que ajuda uma empresa a medir a eficácia de uma determinada atividade no seu modelo estratégico. Ou seja, o Balanced Scorecard é usado para garantir que os esforços da empresa estejam, de fato, alinhados com a sua estratégia de negócios.

Como você deve ter percebido, o BSC ajuda as empresas a avaliarem as suas atividades com um olhar mais amplo, que considera outras perspectivas além da financeira para alcançar o sucesso.

Um Balanced Scorecard tradicional examina o modelo estratégico da empresa a partir de quatro perspectivas diferentes: financeira, aprendizado e crescimento, processos de negócios e perspectiva do cliente. A seguir vamos explicar melhor cada uma dessas perspectivas:

Perspectiva financeira

Essa perspectiva visa analisar o impacto das decisões estratégicas no plano de negócios da empresa. Para ser feita corretamente, é preciso considerar os objetivos a longo prazo, os processos financeiros e o modelo de negócio utilizado.

Essa visão também permite descobrir o que funciona e o que já não funciona mais na sua empresa e propor soluções para o que está dando errado.

Perspectiva de aprendizagem e crescimento

A perspectiva de aprendizagem e crescimento é responsável por examinar a satisfação interna dos funcionários, focando no treinamento e sugerindo o uso de novas tecnologias. Essa perspectiva também tem a função de orientar os funcionários da empresa a usarem as ferramentas mais recentes e sistemas mais eficazes para promover a inovação.

Por meio da perspectiva de aprendizagem e crescimento também é possível verificar a rapidez com que a sua empresa responde às mudanças do mercado e quanto tempo a sua equipe de trabalho levará para desenvolver um novo produto e lançá-lo no mercado.

Perspectiva do plano de negócios

O quanto a sua empresa seria mais eficiente se tivesse processos mais rápidos e que custassem menos?

A perspectiva do plano de negócios busca analisar o funcionamento dos processos internos da empresa em busca de áreas que precisam ser melhoradas. Também permite examinar áreas que concentram erros e remover processos que já não são eficientes.

Perspectiva do cliente

Quer saber como fazer com que a sua empresa se destaque no mercado e ofereça valor aos seus clientes? Essa perspectiva permite examinar como o seu público-alvo interage com a sua empresa.

Os seus clientes gostam dos produtos ou serviços que a sua empresa vende? Qual é a opinião que têm sobre a sua marca? O que desejam mudar? Você faz uso de pesquisas de satisfação do cliente para medir esse índice de maneira objetiva? 

Como você sabe, uma percepção negativa sobre os seus negócios ou produtos pode levar a um declínio acentuado de vendas no futuro. A perspectiva do cliente deve analisar os seguintes pontos:

  • Participação de mercado: qual é a proporção de vendas da sua empresa no mercado onde está inserida? A participação de mercado deve analisar o número de unidades vendidas por período e o capital investido;

  • Captação de clientes: é a análise do percentual de novos clientes que fizeram negócios com a sua empresa em um determinado período;

  • Satisfação dos clientes: mede o resultado do nível de satisfação dos clientes de acordo com uma determinada métrica;

  • Retenção de clientes: mede o percentual de clientes que fazem negócios frequentemente com a sua empresa;

  • Lucratividade: mede a lucratividade por cliente, já descontando os custos de aquisição.

Como desenhar um Balanced Scorecard?

Como dissemos acima o BCS é uma ferramenta visual. Um mapa estratégico é um gráfico simples que mostra uma conexão lógica de causa e efeito entre objetivos estratégicos. Mas como usar o BCS? 

  • Estabeleça a visão: a visão da empresa deve estar especificada no centro de um Balanced Scorecard, o que garantirá que você mantenha essa meta ou visão sempre em mente.

  • Adicione as perspectivas: para criar um Balanced Scorecard tradicional, coloque as quatro perspectivas dispostas em um anel ao redor da visão central.

  • Adicione objetivos e medidas: dentro de cada espaço destinado a uma perspectiva, defina objetivos e métricas específicas.

  • Una os pontos. Vincule cada perspectiva às outras usando setas para indicar que estão interconectadas entre si e alcançam a visão da empresa.

  • Compartilhe: Use o Balanced Scorecard para demonstrar como diferentes iniciativas e ações de curto prazo estão contribuindo para os objetivos estratégicos de longo prazo da sua empresa.

Gostou deste texto sobre o que é Balanced Scorecard? Aproveite a visita para assinar a nossa newsletter. Desse jeito você vai receber as nossas atualizações semanalmente na sua caixa de entrada!