Cartão de crédito – ter ou não ter? Vantagens e desvantagens

O cartão de crédito é uma forma de pagamento eletrônico bastante conveniente no cotidiano.

Conhecido como dinheiro eletrônico, ele traz muitas vantagens para seus usuários, desde que sejam observados alguns cuidados para controle do seu uso, de acordo com o orçamento doméstico.

Chamado também de “dinheiro de plástico”, o cartão de crédito deve ser utilizado com critério para não prejudicar os planos traçados no planejamento financeiro familiar e para ser um auxiliar na melhoria da vida financeira de seus portadores.

Então, como decidir entre ter ou não um cartão de crédito?

Para te ajudar a solucionar essa dúvida, preparamos um guia fácil com tudo o que você precisa saber sobre cartões de crédito para tomar a melhor decisão.

Cartão de crédito: o que eu preciso saber?

Vamos começar pelo básico: o cartão de crédito é uma forma de empréstimo pessoal.

Ao utilizar um cartão de crédito, muitas vezes, o portador esquece que o banco emissor do cartão está, na verdade, lhe emprestando dinheiro para que ele compre um bem a prazo, ou seja, para pagamento posterior, na data de vencimento da sua fatura.

Não há cobrança de juros nessa operação, então, se o pagamento for realizado dentro do vencimento, o portador não pagará nada a mais do que o valor das compras que fez.

Contudo, a maioria dos cartões de crédito cobra a famosa taxa de anuidade. Esse é um valor cobrado anualmente pelo emissor como se fosse uma “assinatura” para utilizar o serviço. Em geral, a anuidade pode ser dividida em parcelas ao longo do ano.

Além da anuidade, é importante conhecer alguns outros conceitos que envolvem os cartões de crédito, sendo:

  • Limite de crédito: é o valor que você tem para gastar em um mês. Por exemplo, se seu limite é de R$ 600 você não pode fazer nenhuma compra que custe mais do que isso, nem fazer várias pequenas compras cujo valor ultrapasse esse limite;
  • Pagamento mínimo: valor mínimo da fatura que você pode pagar sem que seu nome fique “sujo”, “empurrando” o restante do saldo para pagar no mês seguinte;
  • Fatura: relatório que detalha todas as transações realizadas com o cartão, incluindo dados como local, data, valor total da compra, data de vencimento, valor total e mínimo de pagamento.

E os juros do cartão de crédito, onde entram?

Quando se paga o valor total da fatura do cartão de crédito, dentro do vencimento, não há cobrança de juros.

Juros só são cobrados caso você atrase o pagamento ou faça apenas o pagamento mínimo.

Nesse caso, você usará o chamado crédito rotativo do cartão, que é a possibilidade de pagar somente uma parte da fatura e continuar utilizando o cartão — até o limite — e pagar o saldo restante no mês seguinte.

Benefícios de usar cartão de crédito

Utilizar cartão de crédito como forma de pagamento na compra de produtos e serviços pode ser interessante para organizar a vida financeira e até mesmo para economizar. Conheça as principais vantagens de ter um cartão de crédito:

1. Organização de despesas

Com o cartão de crédito fica muito mais fácil fazer seu controle financeiro, acompanhando suas despesas, já que tudo virá detalhado na sua fatura mensal.

2. Programas de benefícios

Muitos cartões oferecem programas de benefícios, nos quais os portadores acumulam pontos que podem ser trocados por vantagens no futuro.

3. Acesso a canais de compra exclusivos

Geralmente, compras pela internet e compras internacionais só podem ser feitas com cartão de crédito.

4. Comodidade

Normalmente, assinaturas de produtos e serviços só podem ser feitas via cartão de crédito.

5. Prazo para pagamento

Com cartão de crédito é possível realizar compras e contratar serviços com até 40 dias para pagar, dependendo da data de compra.

6. Parcelamento sem juros

O cartão de crédito possibilita a realização de compras de produtos e serviços de alto custo, de fora parcelada, sem juros.

Cuidados ao utilizar cartão de crédito

Ao mesmo tempo em que o cartão de crédito oferece vantagens, é necessário tomar alguns cuidados na sua utilização:

1. É preciso manter um bom controle financeiro, já que o cartão pode ser um estímulo para gastar mais;

2. O crédito rotativo (pagamento mínimo) deve ser utilizado com cautela para evitar o efeito “bola de neve”, que pode gerar dívidas impagáveis;

3. Com a facilidade atual para realização de compras via internet e telefone, é preciso cuidar da segurança do cartão, para evitar seu uso indevido por terceiros.

Resumindo, o cartão de crédito, quando utilizado corretamente, pode ser um ótimo auxílio para suas finanças, permitindo maior controle e comodidade na hora de fazer suas compras.

E você? Já possui cartão? Está pensando em adquirir o seu? Comente abaixo e compartilhe suas ideias conosco!