9 dicas para reduzir a inadimplência no seu comércio

Quer reduzir a inadimplência no seu comércio? Infelizmente, a taxa de inadimplência tem sido muito alta no Brasil. Entre as empresas, os últimos números divulgados mostraram um aumento de 9,39% em relação ao mesmo período do ano passado. Já entre pessoas físicas, o número de inadimplentes representa 40% da população adulta do país.

Então, como lidar com esse problema no seu comércio? Receber o pagamento dos seus clientes em dia é essencial para manter um fluxo de caixa saudável. Para te ajudar, separamos 9 dicas para reduzir a inadimplência na sua empresa. Acompanhe conosco!

1. Sempre tenha um contrato com seu cliente

Oferecer opções de pagamento a prazo aos seus clientes é importante para aumentar suas vendas e o ticket médio. Mas se você conta com esse formato de pagamento, deve sempre ter um contrato assinado para reduzir a inadimplência. No mínimo, os contratos devem mostrar o escopo dos termos de trabalho e pagamento.

Nunca comece a trabalhar sem um documento assinado que indique quanto o cliente deve, bem como as datas acertadas para o pagamento. As chances são de que, se você está trabalhando com empresas, elas têm seus próprios contratos.

Se este for o caso, certifique-se de rever cuidadosamente as condições de pagamento. Se há algo no contrato que você não gosta, não tenha medo de falar sobre isso, o que nos leva para a próxima dica.

2. Saiba quem são seus clientes

Pode ser um clichê, mas vale a pena ter um bom relacionamento com seu cliente ou um representante desse negócio, caso seja uma empresa. Dessa forma, será mais fácil separar os termos de pagamento e correr atrás dos atrasados.

Apenas certifique-se de que você não deixe qualquer frustração com possíveis inadimplências prejudicar esses relacionamentos. Proprietários de pequenas empresas não podem arriscar ofender seu cliente, seja ele grande ou pequeno, sendo indelicado com a pessoa do outro lado do telefone. Inclusive essa pressão pode até aumentar a inadimplência.

3. Cobre um adiantamento para reduzir a inadimplência

Dependendo do tipo do seu negócio e dos seus clientes, você pode reduzir a inadimplência cobrando um adiantamento. Cobrar um depósito também é um bom teste. Se eles estiverem dispostos a pagá-lo, é menos provável que o restante do pagamento chegue atrasado.

4. Cobre juros sobre o pagamento atrasado

Uma maneira infalível de diminuir os pagamentos atrasados ​​é instituir taxas de juros sobre pagamento atrasado. Quanto você cobra e quando deve ser definido no contrato. Por exemplo, você pode cobrar uma determinada porcentagem após X dias. Ou você pode cobrar uma quantia fixa em reais. Quanto mais demorar mais as taxas serão acumuladas.

Se um cliente não cumprir com o prazo de pagamento, você deve cobrar os juros devidos. Isso mostra que você não está brincando. Não há sentido em incluir uma taxa de juros em um contrato para não usá-la, não é mesmo?

5. Fique por dentro dos pagamentos

Parte da luta para reduzir a inadimplência ​​é que às vezes é difícil controlar o dinheiro. Isso é especialmente verdadeiro quando você faz malabarismos com vários clientes. Ter um sistema no lugar que te ajude a acompanhar os pagamentos realizados e pendentes é fundamental.

Para empresas pequenas, existem serviços de faturamento online para ajudar você ter um melhor controle do fluxo de caixa.

6. Envie as faturas duas vezes por mês

As empresas geralmente obtêm um grande montante de pagamentos uma vez por mês. O problema é que, se um cliente atrasa um pagamento, isso significa que você não tem dinheiro suficiente para pagar as contas.

Uma maneira de facilitar isso e reduzir a inadimplência é faturar duas vezes por mês, em vez de apenas uma vez. Isso ajuda a garantir que sempre haja fluxo de caixa para que você possa pagar suas contas. É importante que essa prática também conste bem definida no contrato.

7. Automatize o processo de faturamento

Um grande motivo pelo qual os clientes pagam atrasado ​​é porque o proprietário da empresa não está enviando faturas quando deveriam. A maneira de resolver isso é automatizar o processo de faturamento.

Existem vários serviços de faturamento online que permitem enviar faturas automaticamente a cada mês. Se suas taxas para os clientes são fixas, então esta é uma boa opção para usar. Esses serviços também ajudam a automatizar o processo de acompanhamento. Isso pode ajudar você a evitar pagamentos atrasados.

8. Facilite as formas de pagamento

Deixe seus clientes pagar com o que eles têm mais chances de ter na mão — cartões de crédito! O fornecimento de várias opções de pagamento garante que seus clientes possam escolher seu método de pagamento preferido. Afinal, você não vê muitas pessoas carregando dinheiro ou talões de cheques hoje em dia.

E não é apenas como, é onde. Coloque máquinas diretamente na caixa de entrada com faturamento eletrônico ou configure uma interface de pagamento online. Isso reduz a necessidade de chamadas telefônicas ao ajudar seus clientes a pagar mais rapidamente.

Para maior comodidade, permita que os clientes configurem o pagamento automático para debitar diretamente de sua conta em cada programação de pagamento.

9. Aja rapidamente assim que um pagamento atrasar

Obviamente, você precisa ser pago pelo serviço/produto que forneceu, portanto, certifique-se de responder com rapidez e eficiência se um pagamento estiver vencido. Lembre-se de que tentativas pesadas de cobrança (especialmente por terceiros) muitas vezes podem ser contraproducentes em seu relacionamento com seu cliente. Por isso considere fornecer mais de uma forma de pagamento.

Reduzir a inadimplência no seu comércio é fundamental para manter seu fluxo de caixa positivo e o negócio funcionando. Com algumas medidas simples é possível reduzir a inadimplência aumentando o seu caixa.

E você, gostou das nossas dicas? Quer continuar aprendendo sobre como melhorar a gestão no seu pequeno comércio? Assine nossa newsletter e receba conteúdos como esse diretamente no seu e-mail!